Como prospectar clientes no agronegócio?

Por Evelyn Gomes

Na última postagem do blog falamos sobre a importância do atendimento não apenas no agronegócio como em qualquer setor já que ele é um dos primeiros pontos de contato do cliente com a sua marca e produto. No entanto, para um negócio ter sucesso, não bastam o atendimento qualificado e um bom produto, é preciso ter vantagens competitivas que se sustentem ao longo dos anos, preço equiparado ao mercado e claro, quem vai consumir os seus produtos, ou seja, os clientes. 

Por aqui já tratamos sobre temas relacionados à marca, como impulsioná-la através de estratégias de marketing e branding, entretanto, sabemos que tanto os pequenos negócios quanto àqueles que estão começando agora ainda sofrem dificuldades para serem notados, atraírem e realizarem a abertura de novos negócios, principalmente os que trazem recorrência, riscos baixos de inadimplência e que podem se tornar parcerias duradouras. 

E, é por esse motivo que o tema de hoje é tão importante, porque quando não temos clientes o suficientes precisamos reunir nossos esforços e ir à procura deles, mas antes de explicarmos mais a respeito, é necessário estar sempre pendentes dos atuais parceiros, continuar promovendo um bom trabalho de fidelização com eles, afinal uma indicação também vale ouro.

Outro ponto relevante antes de iniciarmos o processo de prospecção é entender o seu público-alvo, conhecer suas demandas, exigências e como o seu produto ou serviço pode ser a solução perfeita além de estar alinhado às tendências de mercado e como ele se comporta. 

O passo seguinte, é estabelecer o perfil do seu cliente ideal, inclusive nós já explicamos por aqui detalhadamente o processo, porém ele pode ser feito através de pesquisas e/ou de experiência coletando características em comum de quem realiza a tomada de decisão nos negócios do seu nicho, como nacionalidade, naturalidade, idade, gênero, grau de escolaridade, nível hierárquico dentro da organização, vamos exemplificar abaixo com uma empresa hipotética:

A empresa X comercializa soja nacionalmente e o seu perfil de cliente ideal é: Homem, brasileiro, natural do Mato-Grosso, 45 anos, ensino superior completo, proprietário da empresa. Para facilitar a visualização desse perfil, podemos inclusive batizá-lo com nomes que no caso da empresa X vamos chamá-lo de José.

Feito isso, é hora de criar uma lista ideal de clientes e ir à busca, ferramentas digitais como a CBC Agronegócios são perfeitas para isso, se cadastrando na plataforma você tem acesso a inúmeros interessados no seu tipo de produto, onde você pode divulgar, procurar e contatá-los em poucos cliques otimizando ainda mais seu tempo e seu trabalho. Por esse motivo, é tão importante manter os dados atualizados na plataforma, para que nem você nem o seu cliente perca nenhuma oportunidade de negócio.

Você pode inclusive criar estratégias de divulgação e abordagem para melhorar sua taxa de conversão de vendas e ir adaptando conforme você obtém resultados positivos e negativos, não existe mágica ou fórmula perfeita, é um processo que demanda muitas tentativas. Falando sobre respostas negativas, elas são totalmente normais de acontecerem, então para lidar com elas, seja cordial, tente demonstrar o valor do seu produto, e deixar o canal aberto para futuros contatos. 

As redes sociais podem ser aliadas na divulgação e prospecção, você pode usá-las como ferramenta complentar, basta saber qual delas atinge com maior efetividade o perfil do seu cliente ideal e que tipo de conteúdo ele consome com maior frequência para que possa adaptar o seu conteúdo, lembrando que nenhuma rede excluí a outra, assim que a multidisciplinaridade pode ser explorada tranquilamente, afinal como diz o dito popular: “Quem não é visto, não é lembrado”. 

Contem para a gente, como vocês prospectam os seus parceiros? Como é a sua experiência com a CBC?

Categorias: